resilienciahumana.com.br
resilienciahumana.com.br

Pare de carregar o mundo nas costas, isso não é ser resiliente, é ser otário.

Data:

Pare de carregar o mundo nas costas, isso não é ser resiliente, é ser otário.

Por Robson Hamuche

Pare de tentar carregar todo mundo nas costas, isso não é ser resiliente, é ser otário.

Existe uma grande diferença entre ser resiliente e ser paciente. A resiliência é uma coisa que cresce a cada dia, você consegue potencializar cada vez mais, você a fortalece constantemente. Já a paciência te pede para esperar, respirar, pede para que aceitemos que as coisas não acontecem no nosso tempo, pois existe um tempo certo para as coisas acontecerem.

A RESILIÊNCIA FAZ A PESSOA SUPERAR AS ADVERSIDADES E SAIR AINDA MELHOR DELAS.

Mas é imprescindível que uma pessoa resiliente seja também paciente.

PESSOAS QUE SÃO EXPLOSIVAS E REAGEM DE FORMA ABRUPTA COLOCANDO A SUA IRA PRA FORA, NÃO SÃO PESSOAS RESILIENTES.

Se pararmos para observar, a gente, quase sempre, perde a paciência com as mesmas coisas.

Se a gente começar a estudar quais são os gatilhos e os problemas que fazem com que a gente perca a paciência, a gente começará a reconhecer isso antes de perde-la, e persistindo nesse estudo, conseguiremos nos tornar mais pacientes.

Paciência é treino, resiliência é atitude!

Quando a conversa começar a ficar pesada não responda imediatamente, peça ao outro 5 minutos para pensar, saia de perto, esfrie a cabeça, e coloque em prática aquela velha técnica conhecidíssima de Harvard: conte até 10.

Toda vez que eu percebo que vou perder a paciência eu me pergunto:

A paciência é maior do que a resiliência?

Esse voltar para mim, me ajuda a ganhar tempo para não explodir e me ajuda a não ficar carregando o mundo nas costas.

DENTRO DAS PERGUNTAS DAS PESSOAS, DAS SUAS TRISTEZAS, RAIVAS, DIANTE DOS SEUS PEDIDOS, INSATISFAÇÕES E ATITUDES HÁ SEMPRE UMA CARÊNCIA.

É preciso escutar mais as pessoas, analisar, refletir, antes de sair jogando pedras.

Comece a perceber o que as pessoas estão te trazendo, se você conseguir escutar a carência embutida nelas, você não perderá a paciência.

Agindo assim, com empatia, eu posso falar o que eu quiser, desde que seja de uma forma educada. Eu poderei até mandar a pessoa para “aquele lugar” se eu quiser, mas o segredo está no jeito como eu faço isso, o jeito muda tudo, e até o não que eu disser, fará com que a pessoa me agradeça por eu não ter dito sim, e ela sairá da conversa empolgada, e não magoada.

Se você sempre perde a paciência com as pessoas, está na hora de você olhar para o que está errado em você, não nos outros.

Quando eu já contei até dez, já parei para respirar e pensar, e nada disso diminuiu a minha raiva, é um sinal de que eu cheguei no meu limite.

Ser resiliente é saber administrar os sentimentos!

Se eu estou fazendo mais pelo outro do que por mim mesmo, isso deixa de ser resiliência, para ser um desequilíbrio emocional.

Nesse momento é preciso desfazer os carmas e aprender a colocar limites.

A RESILIÊNCIA SEM LIMITE É AQUELA QUE A GENTE PASSA PELO PROBLEMA E SAI DELE MUITO PIOR.

Pare de tentar carregar todo mundo nas costas, isso não é ser resiliente, é ser otário.

Tem muita gente conseguindo ver a sujeira em baixo do tapete, mas não estão mais conseguindo conviver com ela. É preciso buscar o autoconhecimento, cessar os julgamentos, parar de olhar para fora e começar a olhar para dentro.

Não é o que está la fora que vai transformar o que está aí dentro! É o que está aí dentro que irá transformar o que está lá fora!

Coloque o foco no que o outro é bom, não no que ele ainda não é capaz. É assim que um relacionamento caminha para o amor e não para o ódio.

Tire o foco do que tem de errado e coloque no que tem de melhor. Isso é ser resiliente de verdade!

*DA REDAÇÃO RH. *Foto de Vicky Hladynets na Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Mais como este artigo
Relacionado

A Natureza do Engano: Como a Mentira Afeta a Confiança e a Sociedade

Desde os primeiros passos na infância até a complexidade...

A Importância da Linguagem Corporal nas Interações Sociais e Profissionais

A linguagem corporal é uma força invisível que influenciou...

Como Melhorar sua Comunicação em Situações Espontâneas: Dicas e Técnicas

Comunicar-se em público é uma habilidade valiosa em muitas...

Beleza, Diversidade e Autoestima

A Experiência de Cameron Russell: No mundo glamoroso e muitas...